segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

cais das colunas


 


O Cais das colunas localiza-se na Praça do Comércio, no centro histórico de Lisboa, e os seus degraus de mármore foram a entrada nobre da cidade, onde desembarcaram chefes de estado e outras figuras de destaque. Permitia o acesso aos cacilheiros ou outras embarcações que fazem a trajetória entre a Praça do Comércio e a margem sul do rio Tejo.

12 comentários:

  1. Já estive dezenas de vezes sentado nesses degraus a olhar o mar e a outra margem...
    .
    Feliz semana
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Um sítio romântico, o cais das colunas.
    Um beijo, minha Amiga Piedade.

    ResponderEliminar
  3. Tiene más vida esa primera fotografía, aprovechando el paso del barco entre ellas.

    Besos

    ResponderEliminar
  4. Que bom ver fotos desse cais onde estive faz pouco tempo, de passagem rápida. Fotografei e aos poucos vou publicando os ângulos _as embarcações e as aves esvoaçando no Tejo. Simplesmente romântico, Piedade. Amei!
    beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  5. Lindíssimas fotografias. A autora captou bem a particularidade da paisagem.
    Boa Noite.

    ResponderEliminar
  6. Você nos mostra um lugar mágico, nessas fotos! Gostei demais! Bjs.

    ResponderEliminar
  7. A partir ou a chegar?
    Esperam ou deixaram o cacilheiro
    O cais...
    E as colunas a marcar limites
    à imaginação:
    gaivotas e outras aves
    levantam levemente folhos da barra rodada
    a chapinhar delicados pés

    Bonito lugar, clic!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde Piedade,
    Uma foto magnífica dum lugar emblemático da nossa capital.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  9. É um lugar deste mundo onde me sinto realmente bem, em paz.

    As fotos estão belíssimas, Poetisa. Parabéns.

    Dias serenos, mas muito cautelosos. Beijinho
    ~~~~~~~

    ResponderEliminar
  10. Um lugar muito bonito :)

    https://checkinonline.blogspot.com/
    @hresende21

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta.
Muito obrigada pela visita!