segunda-feira, 29 de abril de 2019

O Parque




belezas que nos alimentam o olhar ...

domingo, 28 de abril de 2019

Domingo



A paz não é espera nem descanso. É um equilíbrio que se mantém no movimento e que desdobra constantes energias de espírito e de ação. É uma força inteligente e viva. Dizer sim à paz é dizer sim a Deus.

Paulo VI

sábado, 27 de abril de 2019

sexta-feira, 26 de abril de 2019

quinta-feira, 25 de abril de 2019

25 de Abril de 1974




A Revolução de 25 de Abril, também conhecida como Revolução dos Cravos ou Revolução de Abril, refere-se a um evento da história de Portugal resultante do movimento político e social, ocorrido a 25 de abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo vigente desde 1933, e que iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição de 25 de Abril de 1976, marcada por forte orientação socialista.

Fonte Wikipédia

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Aguarelas


reflexos que são autênticas aguarelas ao sabor da minha lente e da minha arte...

segunda-feira, 22 de abril de 2019

Papoila Dormideira

BREVE INTRODUÇÃO SOBRE A CULTURA

A papoila é conhecida há mais de 5 mil anos - os sumérios já a utilizavam para
combater problemas. Os antigos comiam a flor inteira ou maceravam-na para obter o
sumo. Na Mesopotâmia, curavam-se doenças como a insónia e constipação intestinal
com infusões obtidas a partir da papoila. Mais tarde, os assírios e depois os babilónios
herdaram a arte de extrair o sumo leitoso dos frutos para fazer remédios (Rose Aielo
Blanco, 2014).
A papoila é uma planta da Família das Papaveráceas), também conhecida
É uma herbácea anual que apresenta propriedades alimentares, oleaginosas e
medicinais.
A planta apresenta um caule alto e ramificado, com folhas sésseis e ovaladas. As
flores são grandes, brancas, rosas, violáceas ou vermelhas, e o fruto é
uma cápsula. Por toda a planta circula um látex branco.
Todas as partes da papoila são consideradas venenosas, com exceção das sementes
maduras.
O ópio é retirado a partir do látex encontrado nas cápsulas antes de estas atingirem a
maturação. Ao fazer cortes na cápsula da papoila, quando ainda verde, obtém-se um
suco leitoso, o ópio,  que contém cerca de 25 alcalóides - o mais
importante deles é a morfina, presente em até 20% no ópio (Rose Aielo Blanco, 2014).
Os nomes relacionados à papoila são bem sugestivos. O nome científico da
planta "somniferum" (relacionado a sono) e a origem do nome "morfina" (relacionada
ao deus da mitologia grega Morfeu, o deus dos sonhos) levam-nos a compreender efeitos que o ópio e a morfina podem produzir: são depressores do sistema nervoso  central.
Além disso, o ópio ainda contém outras substâncias, como a codeína, e é dele também que se obtém a heroína, uma substância semi-sintética, resultado de uma modificação química na fórmula da morfina.
Todos os alcalóides do ópio são narcóticos, sendo o maior problema dos opiáceos o seu poder de provocar dependência. O uso constante e prolongado leva a um envenenamento crónico que pode causar deterioração física e até a morte (Rose AieloBlanco, 2014).
BIBLIOGRAFIA 
Rose Aielo Blanco - www.jardimdeflores.com.br/floresefolhas/a29papoula.htm - 6/06/2014.

domingo, 21 de abril de 2019

Domingo de Páscoa


Hoje é o dia em que a Igreja Católica celebra o sentido da Fé, porque festeja o Domingo da Ressurreição de Jesus ou a Páscoa, quando Cristo triunfante sobre a morte abre as portas do céu.

sábado, 20 de abril de 2019

Sábado Santo



No Sábado Santo, contempla-se o dia do silêncio de Deus, que "fala sobre o amor e a solidariedade com os abandonados". Francisco apontou que neste dia, o amor, se transforma em espera pela vida que vem no domingo da ressurreição.

Fonte: Vatican News

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Sexta Feira Santa



Na Sexta-feira Santa é o "momento culminante do amor". A morte de Jesus, que na cruz se abandona ao Pai para oferecer salvação a todos.
Fonte: Vatican News

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Raposo dentro da Panela


Os gatos recusam aleatoriamente seguir ordens para provar que podem fazê-lo.


Ilona Andrews

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Sunset


Momentos únicos que nos alegram o olhar ....

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Figos



O figo é uma fruta altamente energética, por ser rica em açúcar. Entre os sais minerais que contém destacam-se o Potássio, o Cálcio e o Fósforo, que contribuem para a formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e contribuem para a transmissão normal dos impulsos nervosos.

Fonte : Net

domingo, 14 de abril de 2019

Domingo



A santidade não está nesta ou naquela prática, ela consiste numa disposição do coração que nos torna humildes e pequenos nas mãos de Deus, conscientes de nossa fraqueza, e confiantes até a audácia na sua bondade de Pai.

Santa Teresa de Lisieux

sábado, 13 de abril de 2019

Reflexos


uma imagem com uma bela paisagem bucólica...

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Arte de Rua


a simplicidade aliada ao talento e à beleza final....

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Alegria canina

Deixe o cão ficar coberto de lama, você pode lavar o seu cão e você pode lavar a lama … Mas aqueles que não gostam nem do cachorro nem da lama … são aqueles que não podem ser limpos.

(Jacques Prevert)

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Portas


a nostalgia que a beleza encerra nesta porta abandonada....

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Peixe


parece que não está bem disposto....

domingo, 7 de abril de 2019

Domingo


A vida é um mistério, que somente nos é revelado pelos processos do Amor; quanto mais a gente ama, no quilate do Amor que nada pede, mais ficamos sabendo das coisas escondidas dos que desconhecem essa virtude por excelência

São Francisco de Assis

sábado, 6 de abril de 2019

Dornes



Dornes situa-se numa península rodeada pelo Rio Zêzere e pelo lago de Castelo de Bode. Foi Comenda da Ordem de Cristo, D. Manuel I deu-lhe foral em 1513, e foi sede de concelho até 1836. Do seu património, destacam-se a Igreja de Nossa Senhora do Pranto que, de acordo com a tradição, foi fundada pela rainha Santa Isabel em 1285, e a Torre de Dornes, a misteriosa e primeira torre Pentagonal Templária em Portugal, ex-libris da região, construída pela Ordem dos Templários no início do século XIII. Destaque ainda para o barco de madeira Abrangel, um barco de 3 tábuas, típico desta zona do rio Zêzere, que tem em Dornes o único estaleiro e mestre que ainda os constrói.

Fonte :- https://7maravilhas.pt/portfolio-items/dornes/

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Marés


o vaivém das ondas....

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Carissa macrocarpa


Nomes Populares: Ameixa de Natal, Carissa, Ameixa Africana.
Nome científico: Carissa macrocarpa
Tempo para produzir: até 1 ano
Tamanho da Muda: mínimo 35 centímetros
Tipo de cultivo: Solo ou vaso.

Clima apropriado:

​É resistente ao frio e geadas mas prefere os climas mais quentes (tropicais ou subtropicais).


Descrição geral:

A Carissa ou Ameixa de Natal, também conhecida por Ameixa Africana por ser originária da parte sul do continente africano, é uma fruteira exótica em forma de arbusto ou arvoreta, que pode atingir entre 2 e 4 metros de altura, dependendo da sua forma de cultivo. É uma planta que contém muito látex e possui espinhos bifurcados. Sua flores tem formato de estrela com leve aroma muito agradável. Os frutos são globosos ou elipticos, do tipo glabra que amadurecem principalmente no verão. A polpa é suculenta, porém lactescente, contendo poucas sementes. Seu sabor é um pouco ácido e levemente doce.

Utilizações e Consumo:

A planta possui muitas utilizações como por exemplo ornamental sendo muito bonita plantada isoladamente ou também na forma de cerca-viva. É muito utlizada para Toparia (arte de dar forma a plantas por meio de podas de condução). O fruto da ameixa de Natal é muito consumido in natura ou na forma de sucos, sorvetes e geléia. ​

quarta-feira, 3 de abril de 2019

Sunset


palavras não são necessárias, basta apreciar o momento....

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Um mural nascido sob o Sol da Caparica





A arte urbana é uma constante no festival “O Sol da Caparica”, desde a sua primeira edição. Este ano, foi criada uma estrutura “especialmente pensada para depois ganhar um estatuto quase de escultura pública, porque vai ser transferida para uma das principais rotundas da Costa da Caparica”. Quem o disse foi Robô, um dos writers responsáveis pelas imagens criadas a partir de fotografias de António Leão, fotógrafo natural da Caparica. A trabalhar com Robô esteve Smile. Cada um fez uma imagem a partir de fotografias de pescadores, e juntos criaram a terceira: um retrato de Carlão, que consideram ser uma figura representativa de Almada.

Se não foi ao Sol da Caparica mas queria ver o mural, não se preocupe. Poderá encontrá-lo na rotunda da Avenida 1.º de Maio, junto às praias, até à próxima edição do festival – de 16 a 19 de agosto de 2018. 

Fonte : Público Artigo de Carolina Pescada em 16 de Agosto de 2017,8:00