segunda-feira, 1 de abril de 2024

Mar





eternamente
somos água e sal

em nós começa o mar
Infinito

Quantas mães choraram
para ser mar o Mar?
Definitivamente profundo

Nem Pessoa soube
o quanto

hajota

5 comentários:

  1. O mar, sempre um inesgotável tema.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Fotografias lindíssimas com um inspirado poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Impresionantes las luces y los bellos colores del mar.
    Que tengas una buena semana.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Piedade,
    Belíssimo trabalho fotográfico do mar sempre sedutor!
    Poema em sintonia.
    Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  5. Que coisa linda amiga.
    Estas mutações do gigante e o tom azul que por hora me fez lembrar os campos de Van Gogh.
    Ficou show amiga sua poesia visual.
    Bjs

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta.
Muito obrigada pela visita!