quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Arte de Xávega




A xávega é uma pesca artesanal feita com  rede de cerco e o seu equipamento é composto dum longo cabo com flutuadores, tendo na sua metade de comprimento um saco de rede em forma cónica (xalavar). Antigamente a recolha era feita com a ajuda de juntas de bois e força braçal, atualmente por tração mecânica, dois tratores.

O  xalavar é colocado no mar, longe da costa por uma embarcação, que vai desenrolando a metade do cabo, ficando uma das pontas do mesmo amarrada a um dos dois tratores intervenientes. Os pescadores efetuam o cerco aos cardumes de peixe em alto mar e retornam à praia desenrolando a outra metade do cabo para a sua extremidade ser enrolada ao segundo trator.

A xávega termina com a chegada a terra e abertura do xalavar (saco de rede de forma cónica) que contém a pescaria.

Fonte: Wikipédia

7 comentários:

  1. Acho que podes explorar este tema, pois proporciona constantemente belas imagens e a prova disso está aqui hoje no teu blog que designas por Imagens Imperfeitas, o que não concordo de forma alguma.

    Um beijo amigo.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde, Lindas imagens captadas no momento certo por quem sabe.
    Feliz feriado.
    AG

    ResponderEliminar
  3. Brilhantemente retratada, nesta lindíssima sequência de imagens de tonalidades incríveis... e com esta apaixonante chuva de asas...
    Passando por aqui, com algum atraso e pedindo desculpa pelo facto!... Mas tenho tido umas semanas demasiado atribuladas... recuperando de uma distensão... a partida de uma pessoa querida, e por estes dias alguns problemas de saúde da minha mãe...
    Espero voltar a ser mais constante nas minhas visitas e comentários... assim que esta fase ficar para trás...
    Beijinhos! Bom feriado!
    Ana

    ResponderEliminar
  4. Adoro este método artesanal de pesca e dá excelentes fotografias.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
  5. Piedade:

    Ainda há pouco tempo assisti ao vivo na Costa da Caparica a esta arte pesqueira.
    Fiquei fascinada e registei em fotos que não tenho coragem de as mostrar :)
    Estas tuas estão perfeitas!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. A arte chávega com os dias contados. Ou não.
    Imagens impressivas de rara beleza poética que nos enchem a alma. Representação de um mundo idílico em desconstrução irreversível (?) apesar dos protestos veementes das eternas gaivotas.

    Beijo, PAS.

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!