segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Os Gatos


Há um deus único e secreto
em cada gato inconcreto
governando um mundo efémero
onde estamos de passagem

Um deus que nos hospeda
nos seus vastos aposentos
de nervos, ausências, pressentimentos,
e de longe nos observa

Somos intrusos, bárbaros amigáveis,
e compassivo o deus
permite que o sirvamos
e a ilusão de que o tocamos


Autor : Manuel António Pina

5 comentários:

  1. Belas imagens! Gatos sempre são tão tranquilos e serenos. :)

    Boa semana!
    Simplicidade e Harmonia

    ResponderEliminar
  2. Fotografias fantásticas a ilustrarem o poema do nosso poeta Manuel António Pina.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela partilha:)) Lindo :))

    Do nosso amigo Gil António, com: Infinito de Amor..

    Bjos
    Votos duma óptima Segunda- Feira

    ResponderEliminar
  4. O gato na sua dimensão.
    Belo na sua passividade atenta
    e quando pode tenta
    e quando não pode atenta.

    Bj, Piedade.

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!