sábado, 30 de abril de 2016

Dia Mundial da Dança

a dança na areia

deixo-me, ir livremente ao sabor da tarde que se desenha no horizonte do sentir. sem pressas, com a certeza no ir, na curiosidade do tempo e no enlaço que me desenho no vento.

não há acordes de música, e no entanto no ar paira a sinfonia melodiosa e clara das marés.

deixo-me ir qual livro ainda com páginas em branco, onde as palavras alinhadas não existem, onde a estória órfã de trama não se desenrolou, e apenas uma sombra com uma tatuagem de orquídea na nuca, dança em frente da areia fina da praia.

© Piedade Araújo Sol 2012-02-20

8 comentários:

  1. Uma foto soberba, emoldurada com um maravilhoso texto! Adorei


    Beijinhos
    Bom fim de semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. I would dance too if I had the beach so close to me! Have a great weekend!

    ResponderEliminar
  3. Exaltação do movimento
    na harmonia da cor e da letra
    Dança superação supressão da gravidade?
    Suspensão!
    Perante os sentidos
    os olhos os ouvidos em êxtase
    a beleza é
    a razão do mundo

    ResponderEliminar
  4. ~~~
    Uma foto e texto poético admiráveis!

    ~~~ Abraço. ~~~

    ResponderEliminar
  5. Palavras e imagem, num bailado mágico!...
    Simplesmente maravilhoso!!!
    Adorei!!! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  6. Um salto de orquídea, um clique no momento certo. Parabéns as duas.
    Bjs

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!