sábado, 18 de abril de 2015

Entardecer


No mês de Agosto
Todos os dias
Ele atravessava a ponte
Chegava ao entardecer
E trazia lume no olhar
Porque o corpo era um vulcão
Que se extinguia lentamente
Na fome de outro

© Piedade Araújo Sol

5 comentários:

  1. Brilhante!
    Foto Divina.

    Bom fim de semana
    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Já faz tempo, que pensava vir até aqui... mas só hoje se proporcionou, também por ter estado ausente, do meu blog durante algum tempo, nestas últimas semanas...
    Será um prazer imenso, vir visitar o seu blog, e apreciar esta fascinante e apaixonante combinação de talento, em imagens e palavras, que sempre verifico nos seus posts, Piedade!
    Muito em breve, incluirei o seu blog na nossa lista de favoritos, no nosso blog, e nos tornaremos seguidores... se não achar qualquer inconveniente, claro!
    Se nos desejar visitar, estamos em artandkits.blogspot.com e teremos imenso gosto em recebê-la...
    Um excelente final de semana! Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Revejo-me nos entardeceres...

    Esta tua foto está um esplendor e o poema é lume aceso...

    Beijinho, minha doce.


    ResponderEliminar
  4. Versos belos para imagem encantadora. Cores de fogo, que alegram o olhar e a vida. Bjs.

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!