quinta-feira, 8 de maio de 2014

Secagem do peixe.


É antiga a. tradição de secar o pescado em excesso na Nazaré, e terá surgido com a necessidade de conservar o peixe para os dias de escassez. Outrora a secagem fazia-se em pleno areal, com umas ervas que evitavam o contacto do peixe com a areia.
Depois de amanhado e escalado, o pescado é colocado em água do mar com um pouco de sal. "Muda-se a água duas ou três vezes e depois coloca-se a secar no estendal"

Fonte: Jornal de Notícias 

3 comentários:

  1. E as sardinhas ficam saborosas .
    Um processo artesanal muito interessante,
    Beijo Sol

    ResponderEliminar
  2. Já comi ( no Algarve) este petisco é uma maravilha :)

    beijinho

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!