quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Flagrantes do quotidiano




9 comentários:

  1. É o olhar que inspira e enriquece os registros. Lindas fotos! Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Estan preciosas lavadas por la lluvia :))
    Un beso

    ResponderEliminar
  3. A subtilidade dos pormenores em flashs de poesia. A leveza da gota no colorido da cor .
    Mágicas fotos , Pi! Bji :)

    ResponderEliminar
  4. ~~~
    Criatividade poética...

    ~ Beijinho, Piedade.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  5. Pura poesia... magistralmente registada, em pequenos objectos do quotidiano...
    Mais uma vez, impossível decidir-me de qual imagem gosto mais!... O meu eterno problema, por aqui... ;-D
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
  6. E o pingo sou eu!
    Pauta lauta notas
    rimas poemas cores
    Quem m'os deu?

    O pingo eu
    dependurado
    na dor dum fio frio
    atravessado
    na promessa dum Sol

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!