sexta-feira, 14 de novembro de 2014

As Pitangas

A pitanga é o fruto da pitangueira (Eugenia uniflora), também conhecida como cerejeira-brasileira, pitanga-vermelha, pitanga-do-mato, brazilian cherry e surinam cherry (inglês). Pertence à família Myrtaceae.

12 comentários:

  1. São lindas e aqui, bem mostradas! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. São lindas, doces e aromáticas, como a infância. Fazem licores deliciosos. Te ofereço, se um dia vier nos visitar! Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Están para comérselas ya. Buena toma, yo hubiera recortado un poco por el extremo inferior izquierdo.
    Besos y buen fin de semana.

    ResponderEliminar
  4. No las conocía, es tan distinta a la cereza. Me gusta la foto.
    Buen fin de semana.
    Un beso.

    ResponderEliminar
  5. É uma frutinha mais bonita do que gostosa. E nem sempre comercializada assim ,in natura_ a temos nos quintais das moradias no interior.
    Foto saborosinha e muito bonita.
    Gosto das geleias e licores.
    Abraço Pi e fique bem.

    ResponderEliminar
  6. Acho que nunca as provei, mas têm um aspecto delicioso.

    beijinho

    ResponderEliminar
  7. Salvo engano, são meio azedinhas.
    Lembro-me delas mais amareladas.
    Uma imagem com toque de sabor.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Hello Piedade,
    Very special to see this kind of fruit. I have never seen before.
    So it's good that you've photographed them and will show here on your blog. Nice!!

    Have a nice day!!
    Kisses, Marco

    ResponderEliminar
  9. É utilizada para sucos. São belas assim, antes da colheita. Uma ótima captura. Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Que saudades tenho eu da pitanga,
    quando então me via miúdo
    lá pelas terras da missanga.

    Obrigado Pi, pela beleza dos teus blogs.
    Abraço amigo.

    ResponderEliminar

Não sou fotógrafa, mas, gosto de fazer arte com a fotografia. Todas as palavras e as imagens deste blogue são de minha autoria, excepto as que estão assinaladas com os devidos créditos. Não são fotos perfeitas, nem eu quero que assim sejam, porque por vezes é na imperfeição que se encontra a beleza encoberta. Muito obrigada pela visita!